sexta-feira, 24 de julho de 2015

Diretoria se reúne com Comissão dos Aprovados SES/2014

A diretoria da AEPGS se reuniu ontem com a Comissão de Aprovados no Concurso da SES/2014. Na reunião estiveram, representando a AEPGS, o seu vice-presidente, Marcone Silva, a diretora jurídica, Lucimara Ribeiro, e o diretor de relações institucionais, Gustavo Bedran. Representaram a Comissão, as lideranças Camila Zanon e Ana Paula Salgado, além dos membros Bárbara, Margaret e Ramon.



Após 6 anos sem realização de nenhum concurso público, a SES-MG realiza, desde o ano passado, o certame com 1616 vagas, sendo 630 delas para o cargo de Técnico de Gestão em Saúde (TGS) e 986 para o cargo de Especialista em Políticas e Gestão em Saúde (EPGS). O concurso foi homologado no dia 14 de fevereiro deste ano. Após a homologação, ocorreram dois atos de nomeação. O primeiro, em publicação do dia 27 de junho do Diário Oficial. O segundo, em publicação do dia 11 de julho. Ao todo, nos dois atos, foram nomeados somente 266 candidatos.

Conforme puderam informar os membros da Comissão dos Aprovados, desde a abertura do edital, muitos dos atuais aprovados no concurso vêm se articulando por meio das redes sociais e de encontros presenciais. No primeiro momento, visando compartilhar informações sobre as carreiras, material de estudos e dúvidas quanto ao conteúdo. Já num segundo momento, desde a realização das provas e posterior homologação do concurso, o grupo dos aprovados vem se mobilizando em busca de notícias recentes sobre o concurso, com a expectativa do estabelecimento e divulgação de um cronograma de nomeação dos aprovados em conformidade com o número de vagas previstas.

Segundo relatou a Comissão, as informações que a SES tem divulgado, quando não são uniformes, são incompletas.

Para a diretoria da Associação, a nomeação dos aprovados é urgente e em absoluta consonância com o interesse público. A Gestão do Sistema Único de Saúde de Minas Gerais encontra-se em situação extremamente vulnerável no que diz respeito ao seu quadro de servidores.

A situação dos seis anos sem nenhum concurso é agravada pelo altíssimo índice de exonerações voluntárias (devido especialmente aos vencimentos baixos, e ao plano de carreira desestimulante), e pelas reiteradas vezes em que a SES-MG utilizou-se do artifício da contratação temporária de pessoal e/ou da terceirização de atividades típicas de servidores para "recompor" a falta de pessoal. É evidente a inexistência de uma política de gestão de pessoas que vise ao fortalecimento da instituição e à valorização do servidor de carreira. 

A diretoria da AEPGS comprometeu-se com a causa dos novos servidores EPGS e TGS e irá auxiliar os aprovados nas ações que visem à transparência e à tempestividade na divulgação das informações requeridas pelos candidatos, buscando a imediata nomeação dos 1292 aprovados, o que está em conformidade com o número de  vagas divulgadas.

Quanto aos candidatos já nomeados, a Associação está buscando organizar, junto às suas referências regionais, conversas de boas-vindas com os recém empossados.

Para saber mais sobre o trabalho da Comissão dos Aprovados, visite a página criada pelos aprovados no Facebook, clicando aqui.

4 comentários:

  1. Muito obrigada pelo apoio, AEPGS! Precisamos de vocês! Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos , precisamos de apoio; nossas nomeações tem que serem imediatas, ao mínimo merecemos um cronograma, nossas vagas estão sendo ocupadas e dizem que não, se esquivando de darem informações corretas, não é um pedido é um direito que temos enquanto aprovados.

    ResponderExcluir